O ROMANTISMO EM PROSA (PARTE 3): ÁLVARES DE AZEVEDO

Alunos queridos! Cool

Vamos continuar nossa aula de Literatura com a análise da prosa romântica, agora vendo um grande autor da segunda geração, Álvares de Azevedo.

 

 

BIOGRAFIA

Manuel Antônio Álvares de Azevedo destacou-se por uma produção de qualidade em muito pouco tempo de vida. Morreu aos 21 anos e, ainda assim, produziu contos, teatro, poesia, além de ensaios e cartas.

Fez bacharelado em Letras e estudava Direito quando faleceu. Tinha tuberculose e o que veio a agravar sua doença, levando-o a uma morte prematura, foi a infecção provocada pela extração de um tumor no ilíaco (popularmente conhecido como “osso da bacia”).

 

POESIA

“Lira dos Vinte Anos” é sua obra poética, publicada em 1853. Sobre o livro, Machado de Assis, numa crítica diz: “Em tão curta idade, o poeta da Lira dos Vinte Anos deixou documentos valiosíssimos de um talento robusto e de uma imaginação vigorosa”.  

Pode-se dizer que o livro é marcado por diferentes sentimentos: primeiramente, há o sentimentalismo, a subjetividade e a carga dramática, inspirada pelo pressentimento da morte, a idealização e a dor do amor. Ainda Machado: “o autor da Lira dos Vinte Anos raras vezes escreve uma página que não denuncie a inspiração melancólica, uma saudade indefinida, uma vaga aspiração”.

 

Virgem do meu amor, o beijo a furto

Que pouso em tua face adormecida

Não te lembra no peito os meus amores

E a febre do sonhar de minha vida?

(Quando à noite no leito perfumado)

 

Por outro lado, Álvares de Azevedo traz para o universo romântico o tom do humor, da blague; ressalta o tom irônico: “Como poeta humorístico, Azevedo ocupa um lugar muito distinto. A viveza, a originalidade, o chiste, o humour dos versos deste gênero são notáveis.” (M. Assis)

 

Eu moro em Catumbi. Mas a desgraça

Que rege minha vida malfadada,

Pôs lá no fim da rua do Catete

A minha Dulcineia namorada.

(Namoro a cavalo)

 

PROSA / TEATRO

A prosa de Álvares de Azevedo não é tão extensa e, por isso, diversificada, como em sua poesia. Também não são considerados tão populares como os poemas.

“Noites na taverna” é a reunião de contos que envolvem narrativas sobre as aventuras amorosas de jovens rapazes sob a perspectiva romântica da 2ª geração: o tom negativo a respeito das relações que só são possíveis após a morte.

Já em “Macário”, única peça do autor, há também a ambientação numa taverna, onde um jovem de nome Macário dialoga com um estranho que se apresenta como “Satã”. Há também a temática da morte, do sombrio, e do satânico.

 

VAMOS TREINAR UM POUCO?

A questão a seguir pertence ao vestibular da UFRJ, universidade que está integrada ao ENEM, que pertence ao exame de 2008. 

Vagabundo

Eu durmo e vivo ao sol como um cigano,

Fumando meu cigarro vaporoso;

Nas noites de verão namoro estrelas;

Sou pobre, sou mendigo e sou ditoso!

Ando roto, sem bolsos nem dinheiro;

Mas tenho na viola uma riqueza:

Canto à lua de noite serenatas,

E quem vive de amor não tem pobrezas.

Álvares de Azevedo

 

A visão de mundo expressa pelo eu lírico nos versos de Álvares de Azevedo revela o(a)

a) desequilíbrio do poeta adolescente e indeciso, que não é capaz de amar uma mulher nem a si próprio.

b) valorização da vida boêmia que proporciona um outro tipo felicidade, desvinculada de valores materiais.

c) postura acrítica que o poeta tem diante da realidade, seja emrelação ao amor,seja em relação à vida social.

d) lamento do poeta que leva a vida peregrina e pobre, sem bens materiais e nenhuma forma de felicidade.

e) constatação de que a música é o único expediente capaz de levá-lo à obtenção de recursos materiais.

 

GABARITO 

O eu-lírico expressa a valorização da vida boêmia, mostrando que perambula, como vagabundo, como "cigano". Não se preocupar com o vínculo material é conscientizar-se de que é "pobre", "mendigo".

Letra B

Veja o vídeo abaixo que apresenta a declamação do poema "Meu sonho". 

É isso aí! Vamos estudar, galerinha, que o ENEM  se aproxima!

Curta, compartilhe nossas aulas! :)

Até a próxima!

Michelle Nunes Wink



@ copyright ( Sou + ENEM ) 2018. Todos os Direitos reservados.

Logo Webteria