Ditaduras na América Latina

Saludos amigos!

Entenderemos hoje os governos ditatoriais que dominaram a América Latina na segunda metade do século XX.

Como vimos nos primeiros posts sobre a ditadura no brasil, o cenário mundial era de instabilidade política. A guerra fria, entre as duas maiores potências do momento, fez com que os Estados Unidos desenvolvessem uma série de mecanismos contra a expansão do comunismo. Nesse contexto, ocorre a Revolução Cubana e a ascenção do governo comunista de Fidel Castro. A partir desse momento, os  EUA passam a intensificar a vigilância sobre a América Latina. Ao longo das décadas de 60 e 70, os diversos movimentos de transformação que surgiram em nações americanas foram atacados pelo interesse das elites nacionais; buscavam o auxílio norte-americano para que pudessem dar fim aos movimentos revolucionários que ameaçavam os interesses da burguesia industrial responsável por liderar essas ações golpistas. Com isso, a ingerência política dos EUA se tornou agente fundamental nesse terrível capítulo da história americana. Países como: Guatemala, Paraguai, Argentina, Peru, Chile, Uruguai, Bolívia, Rep. Dominicana, aderiram o sistema de governo militar. 

ARGENTINA

A ditadura argentina durou apenas sete anos, bem menos que os 21 anos de ditadura no Brasil. Assim como nos casos dos outros países, teve início pelo mesmo "medo" dos ideais comunistas que se disseminavam na América Latina. Ao longo do período de governo militar, três presidentes ocuparam o poder: o general Juan Carlos Onganía, o general Roberto Marcelo Levingston e o general Alejandro Agustín LanusseO período da Ditadura Militar na Argentina foi cruel e sangrento, a estimativa é de que aproximadamente 30 mil argentinos foram seqüestrados pelos militares. O governo autoritário deixou marcas na Argentina mesmo após a ditadura, com a democracia poucos presidentes conseguiram concluir seus mandatos por causa da grande instabilidade econômica e social. 

CHILE 

O último presidente chileno antes da ditadura militar foi Salvador Allende, que promoveu uma política nacionalista de esquerda no país, nacionalizando as empresas estrangeiras. Insatisfeitos com o governo de Allende, os EUA passaram a apoiar movimentos de oposição ao governo. O presidente sofreu intenso desgaste e surgiu um movimento com o intuito de derrubá-lo. Em 1973 militares deram um golpe de Estado que resultou no assassinato de Salvador Allende. Foi implantada a ditadura sob o comando do general Augusto Pinochet. Começava então um governo autoritário empenhado em caçar os opositores e os esquerdistas nacionalistas. Politicamente foi um governo que procurou satisfazer todos os interesses dos Estados Unidos, é tido, por isso, como a primeira experiência neoliberal no mundo. Tal como no Brasil e na Argentina, a Ditadura no Chile também matou e sequestrou milhares de pessoas. Os militares fizeram uso dos mais rudes métodos de tortura e assassinato contra os opositores do regime. Durante longos 26 anos o Chile viveu sob censura, tortura, sequestros e assassinatos.

Operação Condor: foi uma aliança formalmente estabelecida entre os governos ditatoriais da América Latina para perseguir os opositores ao regime.



@ copyright ( Sou + ENEM ) 2017. Todos os Direitos reservados.

Logo Webteria