Estrutura Populacional e o Brasil - Migrações

Os processo migratórios apresentam causas e consequências específicas comforme o caso, mas podem ter explicações mais gerais que se enquadram nos diversos casos particulares. O ENEM costuma cobrar exatamete essas questões mais gerais.

A Imigração é marcada pela chegada de pessoas, a Emigração pela saída e a Migração pela movimentação migratória (pode ser chegada ou saída, sem especificar, é um termo mais genérico)

Causas Gerais para Emigração:

- Cenários Econômicos Negativos (crises econômicas, desemprego, baixo nível de qualidade de vida) que geram a busca por melhores condições de vida (melhores salários, mais direitos sociais, educação de melhor nível, etc.);

- Guerras;

- Perseguições (políticas, religiosas, raciais, étnicas, etc.);

- Desastres Naturais (Vulcão, Terremoto, Furacões);

- Causas Ambientais (Poluição, Contaminações, Elevação do nível de águas);

Consequências Gerais da Imigração:

- Diversificação da cultura local (com a chegada de novas culturas);

- Xenofobia (averssão ao estrangeiro);

- Desenraizamento (perda pelo imigrante de valores oriundos de sua área de origem);

- Superpovoamento relativo / Saturação do equipamento urbano (pela chegada de muitas pessoas, superpovoando a área);

- Maior oferta de mão de obra;

O Brasil apresenta momentos históricos em suas migrações:

- 1º Momento (1808-1930): Marcado por certa atratividade nacional, chegaram muitos imigrantes nesse período, desde a chegada da Corte (volume menos expressivo de pessoas), passando pelas guerras de unificações na Europa (período de maior chegada) até a 1ª Guerra e Crise de 29.

- 2º Momento (1930-1945): Marcado por reduzidos fluxos migratórios em função do cenário mundial conturbado pós-crise de 1929 e 2ª Guerra Mundial.

- 3º Momento (1945-Séc. XXI): Marcado por forte emigração em função da prosperidade de países centrais (EUA, Canadá, Japão e Europa) e crises sucessivas em países periféricos (América Latina, África, Ásia).

- 4º Momento (Séc. XXI): Marcado pela redução da emigração brasileira em função do momento de prosperidade econômica nacionale  crise nos países centrais (Crise Financeira Internacional a partir de 2007 - EUA - e 2008/09 - países centrais, sobretudo Europa).

Os países centrais continuam com muitas barreiras migratórias para população de países periféricos, até ampliaram, mas para o Brasil, em especial (junto com China), tem ocorrido uma maior facilidade de viagens para esses países.

Veja abaixo um vídeo com uma questão do ENEM resolvida sobre o tema migrações:

 



@ copyright ( Sou + ENEM ) 2018. Todos os Direitos reservados.

Logo Webteria