Programas de Saúde: Vírus I

Olá monstrinhos da Bio, tudo certo?? Vamos começar os módulos de vírus nessa aula, descrevendo suas características gerais. Não esqueçam de CURTIR e compartilhar as aulas com seus amigos! Vamos com tudo!!!!

Iniciamos essa aula com uma definição bem simples do que é um vírus:

Os vírus são agentes infecciosos microscópicos, possuem na sua composição um material genético que pode ser DNA ou RNA, para realizar seu ciclo reprodutivo eles devem parasitar e invadir uma célula alvo.

Agora iremos entrar numa grande discussão do meio científico, devemos ter bastante atenção nesse quesito e saber quais são os pontos importantes das frentes científicas.

Os vírus são seres vivos ou não?

Existe uma frente que defende que para ser considerado um ser vivo, esse ser deve no mínimo possuir uma célula, metabolismo próprio, capaz de importar nutrientes do meio e se reproduzir utilizando sua maquinaria celular. Como os veremos mais adiante, os vírus são bem diferentes do que essa frente teórica defende, não sendo considerado um ser vivo.

Por outro lado, existe uma frente que diz que, se um agente é capaz de se reproduzir, ele já pode ser considerado um ser vivo.

Monstrinhos, nós devemos saber defender as duas frentes, caso alguma delas apareçam no vestibular, poderemos analisar as afirmativas e descriminar a resposta certa!!!


Características gerais dos vírus:

A figura abaixo representa vários tipos de vírus com formas diferentes, observe:

a

Percebemos uma grande variação nas suas formas, metabolismo e interação com outras células. Existe uma característica comum para todos eles, para se reproduzirem devem parasitar uma célula, portanto, todos os vírus são parasitas intracelulares obrigatórios.

Outra figura interessante abaixo, mostrando um vírus que parasita bactérias chamado bacteriófago.

a

Veremos agora um outro tipo importante de vírus chamado Retrovírus:

a



Chega de enrolação e vamos comentar a estrutura viral padrão!

Estrutura viral:

Capsídeo: Capa ou cápsula composta de proteínas que envolve e protege o material genético viral, presente em todos os tipos de vírus. Alguns podem ter mais de uma cápsula protéica, como por exemplo o HIV.

Material genético: Os vírus podem ser classificados como DNA vírus, também chamados de adenovírus (contendo DNA como material genético) ou RNA vírus (possuem RNA como material genético), esses ácidos nucléicos são os responsáveis pela reprodução viral e todo seu metabolismo dentro da célula hospedeira.

Proteínas virais de reconhecimento: São proteínas presentes no capsídeo mais externo do vírus, elas são responsáveis pelo reconhecimento da célula alvo viral, se ligando nos receptores celulares e provocando a entrada do vírus ou do seu material genético.

Envelope: membrana fosfolipídica que alguns vírus possuem, ela envolve o capsídeo mais externo do vírus, e sua função é facilitar a entrada do vírus na célula que será parasitada.

Enzimas virais: dentro dos vírus existem enzimas que participam do seu processo metabólico e reprodução. Existem duas muito importantes presentes no retrovírus HIV, elas são transcriptase reversa e dna integrase.

Termo importante: 

Célula alvo: é a célula específica que um vírus pode invadir. Os vírus da gripe possuem como células alvo o epitélio da traquéia, os vírus da AIDS possuem como células alvo os Linfócitos T CD4.

CAIU NO ENEM!!!!

Enem 2010 (reaplicado) prova azul, questão 61:

Gabarito: Letra C

Monstrinhos, vamos entender agora como ocorre o padrão de metabolismo viral dentro da célula hospedeira, vamos lá!!!!

Classificação dos ciclos virais:

Ciclo Lítico: Se trata do ciclo completo de reprodução viral, onde o vírus se replica dentro da célula e acaba por gerar a morte e destruição da célula hospedeira. 

Ciclo Lisogênico: Ocorre quando o vírus integra seu material genético ao DNA celular e a célula continua com suas atividades normais, podendo se dividir por mitose e continuar seu metabolismo. Em algum momento, esse DNA viral pode começar a produção de proteínas virais, deixando de estar no ciclo lisogênico e passando para o ciclo lítico.

A figura abaixo mostra um bacteriófago invadindo uma célula com a representação dos dois ciclos:

a

 

Termo importante:

Vírion: é o nome que se dá ao vírus que ainda não está parasitando uma célula. Por exemplo, o vírus da AIDS quando está no sangue de um indivíduo é chamado de vírion.

Espero que tenham gostado, na próxima aula veremos as principais viroses e mais questões do ENEM, até lá e humilhem nos estudos!!!!

 

 

 



@ copyright ( Sou + ENEM ) 2018. Todos os Direitos reservados.

Logo Webteria