Programas de Saúde: Viroses: Dengue

Olá monstrinhos da bio, estaremos vendo hoje uma virose que ocorre intensamente em nosso território nacional, a Dengue. Nem preciso dizer que é um tema muito frequente no ENEM né? Vamos com tudo e não esqueçam de CURTIR e compartilhar a aula no facebook!

A dengue é uma virose causada pelo vírus Flavivírus (RNA vírus) do grupo dos Arbovírus, esses causadores apresentam quatro linhagens virais, gerando os 4 tipos de dengue conhecidos até hoje.

Vamos definir então dois termos importantes que serão usados em várias aulas de doenças.

Agente etiológico: É a mesma coisa que agente causador, é aquele que causa a doença, no caso da dengue é o Flavivirus.

Vetor: É a mesma coisa que transmissor, no caso da dengue, o transmissor é o mosquito Aedes aegypti ou Aedes albopictus.

Vale a pena lembrar que é a fêmea do mosquito que transmite a doença, o macho se alimenta de seiva de plantas.

CAIU NO ENEM!!!

 ENEM 2011 prova azul questão 89

Durante as estações chuvosas, aumentam no Brasil as campanhas de prevenção à dengue, que têm como objetivo a redução da proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue.
Que proposta preventiva poderia ser efetivada para diminuir a reprodução desse mosquito?
A) Colocação de telas nas portas e janelas, pois o mosquito necessita de ambientes cobertos e fechados para sua reprodução.
B) Substituição de casas de barro por casas de alvenaria, haja vista que o mosquito se reproduz na parede das casas de barro.
C) Remoção dos recipientes que possam acumular água, porque as larvas do mosquito se desenvolvem nesse meio.
D) Higienização adequada de alimentos, visto que as larvas do mosquito se desenvolvem nesse tipo de substrato.
E) Colocação de filtros de água nas casas, visto que a reprodução do mosquito acontece em águas contaminadas.

Gabarito: Letra C

Figura mostrando o mosquito:

a

O mosquito por ser um inseto holometábolo (com metamorfose completa) precisa da água para se reproduzir. Esse é um ponto importante por relacionar os focos de água parada com maior reprodução do mosquito, sendo também um importante ponto de combate ao vetor. Quando a fêmea deposita os óvos na água ocorre a eclosão das larvas, essas se transformam em pupas que ficam aderidas com a superfície da água parada. Os adultos alados surgem das pupas e logo passam para o ambiente aéreo, podendo contrair o vírus e transmitir para um humano.

Sintomas da Dengue:

A doença possui um ciclo em média de 7 com produção de sintomas, geralmente eles se iniciam 2 semanas após a picada. Estes sintomas serão listado abaixo:

* Febre alta (40 graus)

* Mal estar

* Dores no corpo

* Vermelhidão em alguns locais da pele

* Cefaléia

* Dor abdominal

* Enjoo

* Vômito

* Plaquetopenia: Diminuição do número de plaquetas, dependendo do grau de diminuição o indivíduo pode apresentar um quadro hemorrágico, caracterizando a dengue hemorrágica.

A figura abaixo mostra algumas larvas do mosquito:

a

 

A transmissão não pode ser feita de um humano para outro, a não ser com o contato sanguíneo, apenas o vetor transmite a doença.

Tratamento:

O tratamento da dengue consiste numa hidratação intensa, geralmente feita por soro fisiológico caso o doente fique internado. O sistema imunológico irá atuar contra o vírus e poderá sozinho curar o indivíduo da doença.

No caso da dengue hemorrágica pode ser feito transfusão de sangue para evitar algumas hemorragias mais intensas, é feita também uma intensa observação do indivíduo e contagem constante das plaquetas.

Atenção: é aconselhado evitar o uso de aspirina e qualquer medicamento que contenha a substância ácido acetilsalicílico, este composto diminui o número de plaquetas, o que pode favorecer o quadro hemorrágico da doença.

Ainda não existe uma vacina para a doença, existindo uma pesquisa intensa para essa produção, isso geraria um grande impacto na prevenção já que a dengue afeta praticamente vários ambientes tropicais e possui incidência no Brasil como um todo.

Figura mostrando a distribuição da dengue no Brasil:

a

Prevenção (medidas profiláticas)

Profilaxia: termo utilizado para medidas preventivas para alguma doença.

O principal alvo da prevenção é o mosquito, medidas emergenciais podem ser feitas com o uso de repelentes ou até mesmo o fumacê (quando um carro solta o repelente em alta quantidade nas ruas). Esse não é o meio mais eficiente pois não garante que ocorra a eliminação dos mosquitos ou das larvas que ainda irão gerar os adultos.

Um dos principais meios de combate é evitando o acúmulo de água limpa e parada, sem esse meio, as fêmeas não poderão liberar seus ovos e a quantidade de mosquitos adultos fica reduzida, diminuindo o grau de incidência da doença.

 

Espero que tenham aproveitado a aula monstrinhos, continuem estudando e vamos humilhar o ENEM!!!!

 



@ copyright ( Sou + ENEM ) 2018. Todos os Direitos reservados.

Logo Webteria