Imunologia: Conceitos básicos

E ai monstrinhos da Bio, tudo certo??? Entramos num módulo importantíssimo da nossa amada matéria e de grande frequência no ENEM, vamos prestar muita atenção e adquirir os conceitos mais importantes desse módulo. Não esqueçam de CURTIR e compartilhar com seus amigos no facebook.

Vídeo de revisão:


            Vamos iniciar essa aula de hoje definindo o que é a imunologia. Essa área da biologia estuda os processos e as células que participam da defesa do nosso corpo, contra algum microorganismo causador de doença por exemplo. Iniciaremos a aula de hoje definindo alguns termos importantes para o estudo da imunologia.

Definições importantes:

Antígeno: é um agente ou corpo estranho presente de modo indesejável em um organismo humano. 

A figura abaixo mostra bacilos bacterianos chamados Mycobacteriu leprae causadores da Hanseníase ou lepra.

a

ex: o vírus da AIDS, a bactéria causadora de Hanseníase, protozoários causadores de doenças, órgãos transplantados entre pessoas diferentes, tecidos transplantados entre pessoas diferentes e outros diversos fatores que podem ativar a imunidade de uma pessoa.

Anticorpos: Proteínas produzidas pelos Linfócitos B que se ligam aos antígenos, tentando anular suas funções maléficas no corpo do hospedeiro.

A figura abaixo mostra um esquema de um anticorpo.

a

Monstrinhos, o nosso sistema imune é composto por várias células, vamos destacar aqui as mais importantes e sempre focando no ENEM como ponto principal da aula. É importante que tenhamos em mente sempre os nomes das células e suas funções, isso será cobrado na prova!


             O sistema imune é composto por células especializadas na defesa do organismo chamadas Leucócitos ou glóbulos brancos. Essas células iniciam sua produção na medula óssea vermelha (tecido hematopoiético) e algumas delas terminam sua maturação nos órgãos linfóides, ou simplesmente linfonodos. As tonsilas palatinas, vulgarmente chamadas de amígdalas, são órgãos de maturação de células de defesa, ficanco inchados e doloridos quando alguma pessoa adoece. A variação da produção dessas células depende da presença ou não de um antígeno no corpo de uma pessoa.

exemplo: Se uma pessoa estiver no seu estado de saúde plena, os níveis de leucócitos se manterão baixos. Caso uma pessoa fique doente, os níveis de produção e sanguíneo dos leucócitos serão elevados.

CAIU NO ENEM!!!!!

ENEM 2010 (reaplicado) prova azul questão 66

Gabarito: Letra A

Existem vários processos de imunização que podem ser feitos em uma pessoa, esses processos podem ser naturais ou induzidos como é o caso da Vacina. Vamos agora conhecer algumas importantes classificações:

Imunização Ativa Natural: Ocorre quando um indivíduo contrái uma doença e se torna imunizado em relação a ela.

exemplo: Catapora.

Imunização Ativa Artificial: Ocorre quando uma vacina é dada para um organismo, de modo que isso gere uma memória imunológica. Uma medida importante de prevenção contra doenças.

exemplo: Vacina contra Hepatite B.

Monstrinhos, na próxima aula de imunologia veremos com mais detalhes o processo de vacinação, fiquem ligados no Sou Mais ENEM!!!

Imunização Passiva: Ocorre quando são administrados anticorpos já prontos no indivíduo. Esse mecanismo consiste em um importante tratamento contra doenças ou picadas de animais peçonhentos, porém, não garante a imunização permanente da pessoa, apenas atuando no processo de cura.
 
exemplo: Soro antiofídico dado para pessoas que foram picadas por cobras venenosas.
 
Células do sistema imunológico:
 
Vamos agora detalhar os tipos de leucócitos do nosso organismo. Cada célula citada abaixo representa um tipo de glóbulo branco.
 
Macrófagos: São células fagocitárias inespecíficas, elas absorvem os antígenos ou restos de células destruídas e os digere, essa célula é uma das mais importantes do nosso sistema imune, atuando amplamente em todo corpo.
 
A figura abaixo mostra a representação de um macrófago.
a
 
Neutrófilos: São células fagocitárias que estão envolvidas principalmente na eliminação de bactérias e fungos.
 
A figura abaixo mostra um neutrófilo entre hemácias:
a
 
Basófilos: São células envolvidas na sensibilidade imediata contra alguns antígenos, produzindo substâncias anticoagulantes e vaso dilatadoras.
 
Figura mostrando um basófilo entre hemácias.
a
 
Eosinófilos: São importantes do papel de ação contra patógenos virais.
 
Figura mostrando um eosinófilo.
a
 
Linfócito B: Célula produtora de anticorpos.
 
Figura mostrando diversas células de defesa, incluindo um Linfócito B.
a
 
Linfócito T CD4: Célula ativadora da imunidade, essa célula detecta antígenos e produz diversas substâncias que vão aumentar os níveis de leucócitos corporais.
 
Relembrando: Essa é a célula destruída pelo HIV, sua destruição deprime a imunidade do indivíduo gerando o principal sintoma da AIDS.
 
Linfócito T CD8: Célula responsável pela eliminação de parasitas que se encontram dentro das células do hospedeiro. Ela atua com o comando de indução de morte celular, mandando a célula parasitada se auto destruir, dessa forma o microorganismo ficará exposto para ação dos anticorpos e macrófagos.
 
 

Meus amigos, espero que tenham gostado da aula e das dicas de hoje!!! Não percam a aula de vacinação, onde iremos detalhar esse mecanismo importante nas nossas vidas e no vestibular. Não esqueçam de CURTIR e comentar! beijossssssssss 




@ copyright ( Sou + ENEM ) 2018. Todos os Direitos reservados.

Logo Webteria