Sistema Respiratório II

Olá monstrinhos da bio tudo beleza? Nessa aula vamos estudar as trocas gasosas nos alvéolos pulmonares e como o sangue se comporta no transporte de gás carbônico e oxigênio. Prestem bastante atenção pois a aula é muito importante. Não deixem de CURTIR e compartilhar nas redes sociais. Humilha!!

Para melhor entendimento dessa aula é importante que acessem esse link: http://soumaisenem.com.br/biologia/fisiologia/sistema-respiratorio-i

Hematose: 

A hematose consiste no mecanismo de trocas gasosas por difusão simples entre o ar presente dentro dos alvéolos pulmonares e os capilares sanguíneos do pulmão. É importante perceber que a pressão do oxigênio no ar alveolar é maior do que a pressão desse mesmo gás no sangue venoso que chega aos pulmões. Como consequência desse gradiente de pressão o oxigênio é deslocado do meio de maior pressão para o de menor, transformando o sangue venoso em arterial. Da mesma forma, a pressão do gás carbônico é maior no sangue venoso que chega aos pulmões e menor no ar alveolar, levando ao processo de saída desse mesmo gás do sangue para os alvéolos, sendo posteriormente eliminado na expiração.

Observe a figura abaixo que mostra os valores das pressões dos gases nesses diferentes locais:

a

Figura I - pressão dos gases nos capilares pulmonares e nos alvéolos pulmonares.

Monstrinhos, é importante ressaltar que os alvéolos pulmonares são formados por um epitélio simples achatado, o que forma uma única camada de células ideal para troca dos gases. Esse epitélio também está presente nos capilares sanguíneos, sendo chamado específicamente de endotélio.

Transporte dos gases:

Oxigênio:

Quando o oxigênio penetra no sangue vindo dos alvéolos, ele pode ser transportado de duas formas:

* 3% do oxigênio é transportado dissolvido no plasma

* 97% penetra nas hemácias e se liga à hemoglobina, formando assim o composto denominado oxiemoglobina.

oxigênio + Hb (hemoglobina) --> oxiemoglobina

a

Figura II - ilustração mostrando a hemácia contendo oxiemoglobinas.

Atenção: podemos chamar as hemácias de eritrócitos.

a

Figura III - Esquema do transporte de oxigênio pelo sangue.

O sangue rico em oxigênio que deixa os pulmões irá distribuir esse gás pelo corpo, fornecendo suprimento para síntese de ATP nas mitocôndrias. Como moeda de troca, as células que captam o oxigênio fornecem para o sangue o gás carbônico, que pode ser transportado de 3 maneiras:

* 7% dissolvido no plasma sanguíneo.

* 23% ligado com a hemoglobina, formando carboemoglobina dentro das hemácias.

* 70% penetra nas hemácias e reage com a água, formando ácido carbônico que se dissocia em hidrogênio protonado e íon bicarbonato. Muitos desses hidrogênios formados serão retirados das hemácias para o plasma sanguíneo, ocorrendo o mesmo com o íon bicarbonato.

a

Figura IV - reação do gás carbônico com a água dentro das hemácias, processo catalisado pela enzima anidrase carbônica.

Atenção: Notem que essa reação possui duas vias, podendo ter seu equilíbrio deslocado em partes diferentes do nosso corpo.

O sangue venoso formado com excesso de gás carbônico é levado de volta ao pulmão, quando os capilares passam próximos aos alvéolos pulmonares o gás carbônico é retirado por processo de difusão simples e o sangue voltará a ganhar oxigênio fazendo o processo recomeçar novamente.

Hemoglobina:

Proteína muito abundante presente dentro das hemácias, responsável pelo transporte da maioria do oxigênio e de parte do gás carbônico.

É importante ressaltar que o monóxido de carbono (CO) pode se ligar a ela com alta afinidade, reduzindo o transporte de oxigênio e podendo levar o indivíduo a morte por asfixia.

Como esse assunto poderia cair no ENEM??

Um time de futebol deverá realizar uma partida numa cidade a 4.500m acima do nível do mar. É aconselhado levar o time 2 semanas antes do jogo para melhorar o rendimento dos jogadores, caso contrário, irão sentir grande dificuldade durante o jogo, atingindo fadiga muscular com maior velocidade. De acordo com os conhecimentos sobre fisiologia respiratória, assinale a alternativa que indica a causa da fagida dos jogadores.

a) O ar rarefeito possui maior pressão de oxigênio, isso dificulta a obtenção do mesmo pela hematose, provocando menor produção de energia nas células corporais.

b) O ar rarefeito tem menor concentração de oxigênio, esse processo diminui a velocidade de difusão do gás pelos alvéolos, gerando menor porcentagem de oxiemoglobina sanguínea.

c) O ar rarefeito atrapalha a hematose por possui menor pressão de gás carbônico, isso torna a hemoglobina com menor afinidade ao oxigênio, dificultando sua captação.

d) O ar rarefeito possui menor concentração de oxigênio, consequentemente os indivíduos irão perder um pouco desse gás ao expirar, provodando fadiga.

e) O ar rarefeito possui grande concentração de gás carbônico, provocando uma alcalose sanguínea e gerando o cansaço.

 

Gabarito: LEtra B



@ copyright ( Sou + ENEM ) 2018. Todos os Direitos reservados.

Logo Webteria