Sistema Respiratório I

Olá monstrinhos da bio tudo bem? Nessa aula iremos ver vídeos com descrições da anatomia do sistema respiratório, fotos de cadáveres humanos e realizar um exercício. Espero que gostem, não deixem de CURTIR e compartilhar nas redes sociais.

Função do sistema respiratório: Respiração, hematose (trocas gasosas), fltração do ar, percepção do olfato, integração com o metabolismo corporal.

Anatomia das vias aéreas:

O ar que inspiramos segue um caminho determinado até ocorrer as trocas gasosas, esse caminho é definido na seguinte sequência listada abaixo:

Fossas nasais --> Faringe --> Laringe --> Traquéia --> Brônquios --> Bronquíolos --> Alvéolos Pulmonares

Iremos descrever agora o que ocorre em cada porção do nosso sistema respiratório:

Fossas Nasais:

a

Figura I - Esquema representando as fossas nasais.

Processos importantes: 

Filtração de impurezas por meio dos cílios presentes no interior do nariz.

Percepção do olfato por meio do nervo olfatório, um importante nervo craniano.

Aquecimento do ar por meio dos vasos sanguíneos presentes no nariz, o que proporciona menor perda de calor e facilita o deslocamento dos gases para o pulmão.

Faringe:

Deslocamento do ar para vias estritamente respiratórias.

Laringe: 

Local onde encontramos o órgão da fonação, as cordas vocais. É importante destacar a presença da epiglote, uma espécie de válvula feita de cartilagem elástica que fecha a laringe quando deglutimos um alimento, permitindo que o bolo alimentar siga para o esôfago.

a

Figura II - Vista lateral de um corte longitudinal mostrando as vias aéreas da cabeça e pescoço.

a

Figura III - foto das cordas vocais em diferentes situações.

Traquéia:

Órgão anelado feito de cartilagem hialina e musculatura lisa com uma capacidade flexível excelente. Possui na sua mucosa interior um epitélio pseudoestratificado ciliado mucoso, o que contribui para filtração do ar.

a

Figura IV - Foto mostrando a anatomia da traquéia, brônquios e bronquíolos.

Esse órgão possui anéis que se distribuem horizontalmente ao longo do tubo, esse fato é muito importante pois evita o colapso (obstrução da face dorsal com a face ventral) da traquéia, mantendo o ar passando constantemente em qualquer posição que nos encontremos.

a

Figura V - Foto mostrando o tecido conjuntivo própriamente dito denso não modelado e o epitélio pseudoestratificado da traquéia.

Brônquios:

Ramificações das traquéias que possuem anatomia semelhante, são os ductos que penetram nos pulmões e se ramificam em vários bronquíolos, cada bronquíolo formará diversas bolsas minúsculas denominadas alvéolos pulmonares, que consiste num fino epitélio simples pavimentoso com uma grande quantidade de vasos sanguíneos, o que facilita o processo de trocas gasosas chamado hematose.

a

Figura VI - Esquema de um corte coronal do pulmão, mostrando no seu interior as vias aéreas.

a

Figura VII - esquema ilustrando a ampliação dos alvéolos pulmonares altamente vascularizados.



@ copyright ( Sou + ENEM ) 2018. Todos os Direitos reservados.

Logo Webteria