Sistema Excretor II

Montrinhos, vamos agora continuar a aula de sistema excretor, estudando mais a fundo as funções renais, especificamente uma estrutura chamada néfron.

O néfron é responsável pela filtração do plasma sanguíneo, reabsorção de compostos importantes para o corpo, secreção de substâncias, regulador da pressão e tem algumas das suas funções influenciadas por hormônios.

a

Figura I - Ilustração demonstrando partes do néfron.

Estruturas importantes do néfron:

* Glomérulo renal / Glomérulo de Malpighi:

Consiste num emaranhado de capilares sanguíneos responsávels pela filtração do sangue e produção do filtrado glomerular.

Filtrado glomerular: líquido composto basicamente de água, sais minerais, uréia, glicose, aminoácidos e amônia. O filtrado glomérular é a pré urina, será processado no néfron se transformando na forma final da urina lançada no meio externo.

* Cápsula de Bowman:

Primeira porção do néfron que envolve o glomérulo renal, responsável por receber o filtrado glomerular.

* Tubo contorcido proximal:

Local onde ocorre reabsorção de glicose, aminoácidos, sódio e outros sais minerais.

* Alça de Henle Descendente:

Local onde ocorre reabsorção de água por osmose.

* Alça de Henle Ascendente:

Local onde ocorre reabsorção de sais minerais, secreção de potássio e hidrogênio.

* Tubo contorcido distal:

Reabsorcão de sódio influenciado pelo hormônio aldosterona.

Reabsorção de cálcio influenciado pelo hormônio paratormônio.

Reabsorção de água influenciado pelo hormônio ADH.

* Tubo coletor:

Reabsorção de água influenciado pelo hormônio ADH.

Hormônios que atuam no néfron:

Monstrinhos vimos alguns desses hormônios nas aulas de endócrino, vamos agora relembrar e relacionar com o sistema excretor.

ADH:

Também chamado de vasopressina, é um hormônio produzido no hipotálamo e armazenado na neuro-hipófise. Sua função principal é estimular a reabsorção de água nas porções finais do néfron.

Regulação:

Caso a quantidade de água corporal de um indivíduo diminua, rapidamente o organismo aumenta a liberação de ADH e etimula maior reabsorção de água renal, reduzindo o volume de urina.

a

Figura II - diagrama esquematizando a estimulação do ADH de um indivíduo com desidratação.

Aldosterona:

Também chamado de mineralocorticóide, é um hormônio produzido na região cortical das glândulas adrenais, tem como principal função a reabsorção de sódio que influencia na retenção de água, aumento do volume sanguíneo e aumento da pressão arterial.

Regulação:

Caso a quantidade de água corporal esteja baixa, automaticamente ocorre uma diminuição do volume sanguíneo, o que leva a produção de aldosterona. A reabsorção de sódio ajuda na retenção de água corporal e isso evita a perda de água do corpo e o aumento do volume sanguíneo, consequentemente aumento da pressão arterial.

a

Figura III - esquema mostrando como a redução da pressão arterial controla a secreção de aldosterona.

Paratormônio:

Produzido pelas glândulas paratireoides, possui a função de estimular a reabsorção de cálcio no tubo contorcido distal.

Regulação:

Caso a concentração de cálcio sanguíneo abaixe, automaticamente as paratireoides liberam mais paratormônio, estimulando maior reabsorção de cálcio renal e elevando seus níveis na corrente sanguínea.

a

Figura IV - esquema mostrando o papel do paratormônio (PTH) em diversos locais do corpo, detalhe para sua acão renal, onde menor excreção fracionada consiste em maior reabsorção.

Como esse assunto poderia ser cobrado no ENEM?

Um indivíduo contraiu uma infecção alimentar por lavar mal seus alimentos, apresentando um quadro sintomático de diarréia e vômito intenso. Após ser levado ao hospital, o médico iniciou a conduta devida, prescreveu medicamentos e recomendou uma administração de soro fisiológico intravenoso para hidratar o paciente que se encontrava intensamente desidratado. De acordo com seus conhecimentos, assinale a alternativa que indica corretamente os níveis dos hormônios reguladores da retenção de água nesse indivívuo antes e após a administração do soro.

a) Durante o quadro de desidratação os níveis de ADH eram baixos, provocando intensa reabsorção de água. Após a administração do soro, os níveis de ADH foram subindo, reduzindo assim a retenção de água corporal.

b) Antes da administração do soro, o paciente apresentava altos nívels de ADH provocando perda de água excessiva pela urina o que o levou a desidratação. Após a administração, os níveis de ADH caíram e o volume de urina se reduziu, diminuindo a desidratação.

c) Durante a intensa desidratação os níveis de ADH foram subindo rapidamente, provocando menor reabsorção de água. Após a infusão do soro, os níveis foram caindo lentamente e a retenção de água foi se tornando cada vez menor.

d) Durante o processo de desidratação, os níveis de ADH se elevam e aumentam a reabsorção de água. Após a introdução do soro, os níveis de ADH caem lentamente e o indivíduo passa a eliminar maior volume de urina.

e) O indivíduo desidratado apresenta baixos níveis de ADH, o que diminui a produção de urina. Após a introdução do soro, os níveis de ADH não se alteram e o volume de urina se torna constante.

Gabarito: LEtra D

 



@ copyright ( Sou + ENEM ) 2014. Todos os Direitos reservados.

Logo Webteria