Sistema Digestivo

Olá monstrinhos da biologia, entramos hoje na parte de Fisiologia, onde estudaremos o tubo digestivo com o auxílio de um aplicativo em 3d que eu acho muito interessante. Espero que gostem!! Não deixem de curtir a aula e compartilhar. 

Sistema digestivo:

Funções: Hidrólise de macromoléculas provenientes da alimentação para possibilitar o processo de absorção.

Características:

  •  Funcionamento autônomo. Controlado pelo sistema nervoso autônomo simpático e parassimpático.
  •  Composto por musculatura lisa, epitélios internos e invervações.
  •  Se estende da boca ao ânus.
  • * O epitélio da mucosa varia intensamente de acordo com a região do tubo.

Compartimentalização:

  •  Boca:

Secreção: Saliva = muco + enzima

Enzima atuante: Amilase Salivar

Substrato: Amido e glicogênio

Produtos: maltoses

pH: aproximadamente 7

* Faringe:

Desloca o bolo alimentar proveniente da boca em direção ao esôfago. O caminho é facilitado pela epiglote, cartilagem que obstrui a laringe, impedindo que o alimento siga pela via respiratória.

* Esôfago:

Desloca o alimento em direção ao estômago por meio de peristaltismos involuntários.

a

Figura I: Epitélio estratificado pavimentoso do esôfago.

  •  Estômago:

Secreção: Suco gástrico = HCl + enzima

Enzima atuante: pepsinogênio (forma inativa)  pepsina

Substrato: proteínas

Produtos: peptídeos menores

pH: aproximadamente 2

a

Figura II: epitélio simples cilíndrico muco secretor do estômago.

  •  Duodeno:

Secreções: Suco Pancreático e Bile (Fígado)

Suco pancreático: NaHCO3 + enzimas, proveniente do pâncreas.

. Amilase Pancreática

Substratos: amido e glicogênio

Produtos: maltoses 

. Lipase pancreática:

Substrato: triacilglicerol

Produtos: ácidos graxos e glicerol

. Nuclease:

Substratos: DNA e RNA

Produtos: ribonucleotídios e desoxinucleotídios

. Tripsinogênio (forma inativa) Tripsina

. Quimotripsinogênio (forma inativa)  quimotripsina

Substratos: peptídios menores

Produtos: dipeptídios

pH: aproximadamente 7,5

Bile: Sais biliares, bilirrubina e excretas lipossolúveis. Proveniente do fígado.

Função: emulsificação das gotículas de gordura.

a

Figura III: epitélio simples cilíndrico com células caliciformes.

Jejuno: 

Enzimas entéricas:

. Maltase

Substrato: maltose

Produtos: glicoses

. Sacarase

Substrato: sacarose

Produtos: frutose e glicose

. Lactase

Substrato: Lactose

Produtos: galactose e glicose

. Dipeptidades

Substrato: dipeptídios

Produtos: aminoácidos

. Lipases entéricas

mesma atuação que a pancreática.

. Nucleotidades:

Substrato: nucleotídeos

Produtos: fostatos, ribose ou desoxirribose e bases nitrogenadas

pH: aproximadamente 7.5 

Íleo:

Atuação das enzimas entéricas e maior taxa de absorção dos nutrientes orgânicos.

 OBS: as vitaminas não precisam entrar em processo de digestão, sendo absorvidas diretamente no intestino delgado.

a

Figura IV: Epitélio simples cilíndrico com células caliciformes do jejuno-íleo

a

Figura V: esquema monstrando a mucusa intestinal, a ampliação das vilosidades e a rede de vascularização.

Intestino Grosso:

Absorção de água e sais minerais e produção do bolo fecal.

 Após a formação do bolo fecal, o alimento será deslocado por meio de peristaltismos em direção ao reto e posteriormente ao ânus.
 
a
Figura VI: Epitélio simples cilíndrico com células caliciformes do intestino grosso.
 


@ copyright ( Sou + ENEM ) 2018. Todos os Direitos reservados.

Logo Webteria